terça-feira, 27 de julho de 2010

O princípio



Acho que o principio de uma gravidez acontece muito antes do seu início. Ela acontece na primeira vez que sonhamos com barrigas de travesseiro, com roupas frouxas ou com bonecas. Ali já sentimos o que queremos! Já sabemos, ao trocar a boneca que chora, que queremos cuidar de alguém que é incapaz de cuidar de si mesmo! Esse é o principio da gravidez.

Não me recordo completamente quando foi a primeira vez que senti o desejo de ser mãe, mas acredito que ele tenha sido inerente a mim. Eu tinha dúvidas de muitas coisas: qual profissão seguiria, que tipo de amiga seria, que estilo de roupa ou música eu gostaria, até que tipo de marido eu teria! A única dúvida que nunca me assolou foi o de ser mãe.

Eu até me perguntava MUITO como alguém conseguiria viver a vida toda sem ter essa experiência. Meu maior gosto por ter nascido mulher foi, sem dúvida, o de poder gerar por inteiro uma nova vida dentro de mim. Achava mágico, misterioso o fato de um ser conseguir sobreviver dentro de uma barriga e como uma barriga poderia sobreviver com um nenêm crescendo dentro dela!

Imaginar que dentro de você estão todos os alimentos e alicerces necessários para gerar 9 meses de uma vida é fascinante! Não me importa se a ciência ou a religião explicam, eu queria era sentir! E isso ninguém era capaz de fazer por mim. Então, quando criança, a única coisa que eu tive que fazer foi manter esse desejo aflorado em mim. Meus testes eram bonecas... colocava pra dormir, trocava a roupa, até comida de verdade já dei! rsrs

Mas, eis que o sonho se torna realidade antes do que eu imaginava! Estamos em 2010, especificamente em Julho de 2010 e eu recebi a agradabilíssima notícia de que estou esperando um filho ou uma filha. O que eu senti? Que ia explodir de tanta alegria e satisfação! Como eu soube? Primeiro, foi tomando banho. Passei a mão pela minha barriga e senti um flash como de filme. Ri sozinha. Algumas semanas depois, mais especificamente, dia 17 de julho eu recebo o resultado do exame de sangue: Grávida!

Continua...


7 comentários:

  1. como diria o homero uhu!
    parabens Debora, vou fazer um blog sobre ser tio? kkkkkk frescando...to muito feliz =D te amo minha irmã s2

    ResponderExcluir
  2. LOUCO PELO PRÓXIMO EPISÓDIO!!

    TE AMO!!!

    PS: FOI O DIA MAIS FELIZ DA MINHA VIDA

    ResponderExcluir
  3. PARABÉNS ESCRITORA!Ñ ESQUEÇA DE QUE VC DIRIGIU UM ORFANATO DE BONECAS E POS SEUS NOMES ESTAMPADOS EM SUAS TESTAS .....KKKKKKKKKKKK.COMO BISAVÓS QUE VAMOS SER OU MELHOR JÁ SOMOS ,ORAMOS POR VCS TODOS OS DIAS .PRECISA ,MAIS ?

    ResponderExcluir
  4. Sabia que aconteceria mas não sabia quando. Tive a certeza naquele dia em que fazendo um comentário sobre alguma coisa que não me lembro agora, vc revelou seu recôndito segredo: "hummm...nada disso, quero casar e ter meu filho"! voce se referia ao virtual João Vitor, ou Rebeca, sugerido por mim...pois, a exemplo do nosso Presidente, sempre tive o costume de me meter onde não fui chamado!Na verdade, sinto-me mais Avô do que Bisavô, que entra para a História! Percebo mesmo, que ele(a), já começa a ocupar um pouco do meu espaço...Drástico: quanto mais ele é lembrado, mais sou esquecido! Mas, quando levá-lo para saborear um picolé,tudo será esquecido. Complementando o comentário da Vovó, acrescento que temos orado diàriamente por sua gestação e, para que venha ao mundo uma criança sadia e perfeita, para GLÓRIA do nosso Deus e alegria daqueles que amam voces! Não estou pouco feliz não: estou feliz de montão! Parabéns é pouco para voce e ao Papai Homero. Beijos do Vovô Pardal e do Vovô Coruja!

    ResponderExcluir
  5. Que lindo , Débora !!!
    Estou esperando ansiosa o próximo capítulo..
    Só hoje soube da existência desse blog...idéia fantástica e um grande presente pra filha ou filho de vcs !!
    Beijos da tivó Gracinha e das primas Tathi e Bianna

    ResponderExcluir